terça-feira, 20 de novembro de 2012

Folhas Secas

A música "Folhas Secas" é uma composição de Nelson Cavaquinho, Nelson Antonio da Silva ( 1911- 1986 ) e Guilherme de Brito ( 1922-2006 ). É uma música predominantemente passional, fato intensificado pela interpretação de Elis Regina e, em menor grau, pela interpretação dos autores. Há, na interpretação de Elis Regina, uma clara desaceleração da canção, seu andamento é mais lento do que aquele que normalmente lhe é imprimido.

A canção fala da perda da mocidade e de suas conseqüências para o poeta: a impossibilidade de cantar e de celebrar a sua amada escola Estação Primeira de Mangueira, falando a primeira parte efetivamente do momento atual em que a velhice ainda não chegou definitivamente (embora o tom geral da canção possa levar a pensar que ela está próxima).
As folhas secas da árvore homônima em que provavelmente esteja pisando o poeta enquanto entoa a canção, fazem-no lembrar das muitas vezes em que “subiu” o morro de Mangueira.

Esteve presente na trilha sonora das novelas “Louco Amor” (1983 -Elis Regina), “O Homem Proibido” (1982 -Elis Regina)


FOLHAS SECAS
Composição: Nelson Cavaquinho/Guilherme de Brito
Quando piso em folhas secas
Caídas de uma mangueira
Penso na minha escola
E nos poetas da minha Estação primeira

Não sei quantas vezes
Subi o morro cantando
Sempre o Sol me queimando
E assim vou me acabando

Quando o tempo avisar
Que eu não posso mais cantar
Sei que vou sentir saudade
Ao lado do meu violão e da minha mocidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário